Fim de Semana em São Paulo

Cheguei 2018!!!
(meio atrasada, né querida!)

Amo agitação de metrópole, várias pessoas, tantas histórias e nenhuma outra cidade nacional melhor representa isso que a minha cidade natal, São Paulo, que amo tanto, que me faz aumentar meu olhar sobre o mundo.
Como moro no interior, sempre que tenho oportunidade, vou a Sampa matar minha saudade, “turistar” na terra que nasci. Como todo bate-volta, foi aquela correria, de metrô, trem e ônibus, mas como foi de final de semana, tudo estava mais tranquilo.
Fui em 3 lugares que eu estava com muuuuuitaa vontade de conhecer. O primeiro deles é SESC São Paulo (ou 24 de Maio), que foi inaugurado no ano passado. Um prédio lindo, espelhado com 11 andares. Subimos a maioria pelas rampas (ahh a acessibilidade é algo lindo de se vê). Vimos a Comedoria de longe (a fila estava gigante, pois era próximo ao horário de almoço), vi também a sala de Oficinas (com cadeiras com designer inovador), um dos andares acontecia uma exposição sobre a Jamaica; mas, o que mais gostei e o que mais me surpreendeu foi a cafeteria no penúltimo andar, com espelhos d’água nas extremidades do prédio, com vista para o centro de São Paulo. É maravilhoso!

Depois da visita, fomos almoçar em um pequeno café (que serve almoço) na Rua São Bento, bem perto do Farol do Santander, que foi nossa próxima parada às 14hs.
Comprei o ingresso de visitação completa (R$ 20) e não para o Mirante, e foi a melhor coisa que eu fiz, sério, os andares tem exposições lindas, uns andares são sobre a história do banco, com ambientes fiéis à época inicial do funcionamento; dois andares estão tendo a exposição de José Saramago (escritor português); um andar tem uma pista de skate; mas uma exposição que amei, que conquistou meu coração aquariano foi a que tinham duas salas escuras com fitilhos e galhos artificiais presos no teto refletindo luzes nos cantos das salas, que geravam um movimento conforme o som de fundo emitido. Foi mágico! Deitei em alguns puffs disponibilizados ao que querem sentar/deitar e admirar o momento.

Já no mirante, tem um café, e dos lados um pequeno corredor, com vidros para a segurança…mas confesso que esperava mais, o corredor é muito estreito e lota de gente. Mesmo assim, sou àquela que é viciada em vistas urbanas.

A noite, fomos a uma pizzaria que eu já conhecia num shopping da Av. Paulista, e lógico que teve uma boa voltinha na avenida queridinha da capital!
No domingo, fui realizar algo que queria a um tempo, assistir a OSESP na Sala SP, e que lindo foi! Sou apaixonada por orquestras, sempre que posso vou assistir, e como aos domingos a apresentação é gratuita na Sala SP, não perdi tempo, já reservei pelo site os ingressos e foi maravilhoso! Vale muito a pena! Só aconselho um cuidado para quem vai de trem, como eu e minhas amigas, do lado de fora da Estação Júlio Prestes é um pouco complicado,devido a uma parte da Cracolândia, o que é muito triste, e sendo sincera assustador também.

Nosso rolê por São Paulo terminou com almoço no shopping de Osasco, que eu não conhecia. Ou seja, praticamente nosso bate-volta foi inédito já que a maioria dos locais eram novidades. Gostei demais (como sempre)!
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s